Seguindo em frente

Tempo de leitura: 2 minutos

Estamos no início de 2019 e terminamos o ano, carregados de motivação para fazer algo diferente em determinadas áreas de nossas vidas, seja profissional, pessoal, acadêmica ou familiar. Temos em mente, o firme propósito da mudança, alguns objetivos a serem alcançados e metas a serem construídas e trilhadas, rumo ao resultado esperado.

Para que haja a mudança esperada, se faz necessário a conscientização da necessidade da disciplina, da organização e da determinação rumo aos seus projetos. A procrastinação convida a se acomodar e deixar para o dia seguinte, importantes tarefas que deveriam ser executadas com empenho, mas por vezes, o medo de não alcançar o resultado esperado, nos sabota e estagna.

Algumas vezes, o universo nos obriga a mudar através de acontecimentos que estão além da nossa vontade, como por exemplo, uma “doença”. Ela nada mais é do que um despertador que nos impulsiona a seguir em frente: nos obriga a procurar um médico, fazer exames e ao receber o diagnóstico clínico, fazer o tratamento adequado através de medicamentos ou até através de uma cirurgia.

E se a dor física é um despertador do organismo, avisando que algum órgão necessita de cuidados especiais e que portanto, precisa ser consertado, é sinal que pode haver também, outros tipos de dores, que devem ser encarados da mesma forma, tomando as providências necessárias para a solução do problema.

Você precisa ter em mente que quando você lida com a causa da dor, ela pode ser curada rapidamente ou aos poucos, mas você consegue seguir em frente, você se movimenta, porque adiar o enfrentamento seja lá por qual motivo for ou ficar colocando simples curativos, onde exige sutura, pode levar uma ferida a infeccionar e fazer com que você sinta uma dor insuportável.

Na realidade o seu projeto, o seu objetivo não precisa se transformar em dor, ao decidir encarar os inúmeros percalços em busca dos seus resultados de frente, porque é isso que elevará a sua auto estima, ao perceber a sua capacidade em lidar com qualquer desafio que apareça no futuro.

Não se esconda de você mesmo, não se compare com ninguém e não se apegue aos fracassos de um passado que já aconteceu. Olhe e siga em direção ao que você almeja, acredite e confie na sua força intelectual e nas forças invisíveis, que estão a te dar o suporte necessário para a sua ascensão.

Seja determinado, se deixe guiar pela sua luz interior do “eu posso”, simplesmente porque as coisas nem sempre mudam por si só, nós é que mudamos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *